O que é Auditoria de Segurança de Active Directory e quais as melhores práticas

Picture of vantico

vantico

Auditoria de Segurança de Active Directory - thumbnail

A Auditoria de Segurança de Active Directory (AD) é uma prática crucial para garantir a segurança e a integridade de dados em um ambiente de TI, especialmente em um contexto em que as ameaças se tornam cada vez mais complexas.

Esse serviço é voltado para o controle e armazenamento de informações sobre acessos, permissões, usuários, computadores e outros recursos, usado como base para autenticação e autorização dos acessos.

Abaixo, você vai entender o que é a Auditoria de Segurança de Active Directory e quais são as melhores práticas ligadas a ela.

O que é Auditoria de Segurança de Active Directory?

O Active Directory foi desenvolvido pela Microsoft¹, executada em Windows Server, e envolve a implementação de um serviço de diretório no protocolo LDAP.

Já a Auditoria de Segurança do AD é caracterizada pelo processo de monitorar e analisar as atividades desse ambiente, para que vulnerabilidades sejam identificadas – e, com isso, resolvidas.

Por meio dessa auditoria, a equipe de TI consegue acompanhar quem tem acesso aos recursos do AD e as atividades dos usuários, identificando movimentações suspeitas.

Por que a Auditoria de Segurança de Active Directory é importante?

A auditoria de Segurança de Active Directory é fundamental para proteger as informações sensíveis e confidenciais da empresa contra ataques cibernéticos e violações de segurança.

Com ela, são identificados usuários inativos, senhas fracas, privilégios excessivos e outros pontos fracos.

Entre os benefícios da Auditoria de Segurança de Active Directory, temos:

  • Adequação à LGPD e a outros requisitos regulatórios de compliance, como o ISO 27001;
  • Identificação de vulnerabilidades e riscos à segurança;
  • Redução ou eliminação do risco de vazamentos de dados;
  • Potencialização da postura de segurança;
  • Reforço das políticas de resposta a incidentes.

Isso além de demonstrar sua preocupação com cibersegurança e com a integridade da empresa frente aos stakeholders.

Conheça as melhores práticas para Auditoria de Segurança de Active Directory

Auditoria de Segurança de Active Directory - Ilustração

  1. Definir objetivos e escopo

Antes de tudo, é necessário definir claramente os objetivos e escopo do processo, inclusive para definir quais serão as atividades monitoradas, quais eventos serão considerados suspeitos e quais informações precisam ser registradas.

  1. Estabelecer parâmetros e métricas

Para que a auditoria de segurança tenha um resultado preciso, é preciso saber quais métricas e critérios serão analisados durante o processo. Alguns exemplos são os dados de permissão de acesso de usuários e as políticas de compliance do grupo.

  1. Analisar os privilégios de acesso dos usuários

Outro passo muito importante é a revisão e validação dos privilégios de acesso de cada usuário envolvido com o Active Directory, com base nos cargos e responsabilidades de cada um.

  1. Configurar política da auditoria

Uma das funcionalidades disponibilizadas pelo Windows Server é o rastreio e registro de eventos no AD. Com ela, é possível configurar uma política de auditoria conforme as necessidades e particularidades de cada empresa, para monitorar cada evento.

  1. Monitorar e analisar os Logs

Mais um fator importante para a Auditoria de Segurança de Active Directory é o monitoramento de logs de eventos. Após definir quais serão os eventos analisados, é importante utilizar ferramentas para analisar a atividade de logs, principalmente as suspeitas, como falhas de tentativa de login ou aqueles fora do horário de trabalho.

  1. Tenha uma rotina de atualizações

Mantenha o ambiente de Active Directory sempre atualizado com as últimas versões de segurança e com patches, fornecidos pela própria Microsoft. Dessa forma, ele estará protegido contra as vulnerabilidades conhecidas.

  1. Tenha uma postura de segurança estruturada

Para que todas essas práticas sejam eficazes, é necessário que a empresa tenha uma postura de segurança bem estruturada, com políticas claras, e sempre promovendo uma cultura de conscientização da cibersegurança.

Seguindo essas práticas, é possível fortalecer a segurança do ambiente de Active Directory, reduzindo os riscos de ataques cibernéticos, evitando violações e vazamentos de dados e fortalecendo a confiança de clientes, fornecedores e investidores.

Invista em Pentest

O Pentest, ou teste de instrução, também é uma importante ferramenta para fortalecer a segurança das empresas, especialmente em auditorias, por meio de testes ativos para identificar vulnerabilidades.

Clique aqui para conhecer o Pentest sob demanda da Vantico e saiba mais!

 

¹ AD DS Getting Started | Microsoft

veja também

Outros conteúdos sobre Segurança Cibernética